TSF

terça-feira, 1 de abril de 2008

Filhos da ignorância


Algo presente na essência de todos os seres humanos e que se reflecte nos seus desejos deve ser tão simples como a felicidade.Parece simples de alcançar mas que se torna sempre mais complicado do que aparenta ser.
Existem muitas pedras pelo ar na tua direcção, atiradas por vezes por aqueles que nunca imaginarias que o fizessem.
As deficiências de auto-conhecimento, a estreiteza de mentalidades ou ambas as coisas, podem levar alguém a este tipo de comportamento.
A inteligência não se resume ao facto de se conseguir resolver uma equação complicada, ou ganhar um caso perdido em tribunal...é muito mais do que isso...
É percebermos os outros e a nós mesmos, é a tolerância, é o amor, e acima de tudo não nos desviar-mos das Pedras...
Citando Fernando Pessoa:
"Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo."

8 comentários:

Estrela disse...

Sabes, lá para os meus lados esperamos por eles. Que é como quem diz: "Deixa-os pousar!!!"

NAELA disse...

Sabias palavras!
Beijos

♀ Venus disse...

Bem visto...
Se bem que na maior parte das vezes, tendemos colocar a felicidade nas mãos de pessoas, bens ou acontecimentos.
Esse pensamento do Pessoa, conheço-o e amo-o.

Beijoka

Espalha Brasas disse...

Será que eu sou uma pedra que atiro a mim própria? Acho que sim... Tolerante? Pouco. Amor? Muito.

Quebra ossos disse...

Estás no bom caminho cunhadinha...
Tu até és tolerante só que ainda não descobriste...

Espalha Brasas disse...

Estás a ver se és o sucessor do Dalai Lama? Se sim, estás no bom caminho.

olivia carromeu disse...

Podiamos mesmo fazer igual a citação de Fernando Pessoa, em guardar as pedras para construimos um castelo.

Su disse...

Bom senso meu caro!
Falta a muita gente, infelizmente... ah,como tudo seria melhor!

Fernando Pessoa, grande homem, gostei.

Cumprimentos saudosos!