TSF

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Pirâmide de Maslow


Num mundo cada vez mais consumista e por sua vez identificado como uma "aldeia global" (termo que discordo completamente) é notório, na minha opinião, uma elevada carga ilusória. Uma vez que existem pessoas, incluindo crianças, a morrer à fome no nosso planeta a cada segundo que passa, leva-me a pensar que ainda não chegamos ao nível (segundo a "pirâmide das necessidades") de sermos tão consumistas tal como acabámos por nos tornar.
Contrariando a teoria da pirâmide, que alguém se esqueceu, ou não se lembrou, de dizer que nunca deveria ser individualizada. Ao invés de falarmos de uma aldeia global deveria existir a ideia de uma "pirâmide global das necessidades", onde as necessidades secundárias de uns só pudessem ser satisfeitas quando todos os outros (em todo o planeta) tivessem satisfeito as primeiras. Sendo esta ideia utópica, nos dias de hoje, nada mais poderemos fazer que tentar inverter a situação, claro que com alguns séculos de atraso mas como diz o ditado:" mais vale tarde...)
Gostaria de pertencer à geração que tentou acabar com a pobreza no mundo e convidá-los a juntarem-se a todos aqueles que lutam a favor de uma "pirâmide global das necessidades".
Poderemos continuar a colocar as nossas fotos, os nossos vídeos e as nossas opiniões para todo o mundo ver, não temos que deixar nada daquilo que já nos habituámos a fazer, mas não devemos esquecer que a pirâmide pertence a todos e o mundo será melhor se não a descurarmos!

2 comentários:

Su disse...

Muito bem dito!
Eu que vivo em Moçambique, assino em baixo com firmeza, pq realmente vivemos numa sociedade cada vez mais injusta...
Enfim, quem nos disse que a justiça existe...
Olha, vou trabalhar!
Bejo

Adriana disse...

Realmente seria muito bom, se todos pudessem compartilhar das mesmas chances de crescimento, de oportunidades, se todos nos ajudássemos, para um bem comum, se fosse encarado, que o bem do próximo fosse o meu, também...mas para isso é necessário educação, esclarecimento publico, além de todas as outras necessidades básicas, muito bom o post...Até